Páginas

segunda-feira, 8 de março de 2010

MULHER



A CEF fez uma homenagem à Adélia Prado com a mesma poesia que escolhi para o post e professores da escola. Foi coincidência mesmo. Merecia um slide, porém o tempo só permitiu a simplicidade desse quadro. Ah, o tempo das mulheres! Desdobramo-nos em quantas são possíveis para dar conta de tantos afazeres. Quantas vezes deixei a comida  queimar diante de tantas telas abertas e livros espalhados pela mesa! Quantas vezes pedi que alguém da família esperasse até que concluísse uma tarefa! É preciso ser mulher e mãe. Eu sou.

Com licença poética...
Não queria nascer
o anjo quis me levar de volta.
Não chorei
Não ri
Sobrevivi.
Nome de santa e rainha
"Vá, menina, ser leitora na vida!"

A todas as mulheres que acompanham minhas histórias nem tanto essenciais, exceto as dos escritores e ilustradores, o meu carinhoso abraço.

3 comentários:

Marli disse...

Parabéns, Fátima. Nós merecemos!BJ!

3za disse...

Obrigada, Fátima...
Muitos beijinhos

Anônimo disse...

Oi, Fatinha, escolha acertada dos poemas. Parabéns pelo dia, parabéns pelo seu trabalho com a literatura. Grande abraço
Celi Luz

Related Posts with Thumbnails