Páginas

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Mais 10º Salão FNLIJ

Ricardo Azevedo lançava Feito bala perdida, livro de poemas para jovens, Ed. Ática, e Você me chama de feio, sou feio mas sou dengoso, Ed. Moderna.

Hermes Bernardi Jr. Conseguiu tirar da caixa o “rino” para alegria das crianças, ao lançar o livro E um Rinoceronte Dobrado, Ed. Projeto, ilustrações de Guto Lins.

Marina Colasanti lançou Poesia em Quatro tempos, Ed. Global, e recebeu o Prêmio FNLIJ Odylo Costa, filho - O Melhor Livro de Poesia - "Hors Concours" com Minha ilha maravilha, Ed. Ática, ilustrações da autora. Não abre mão de ilustrar seus livros, é primeiramente escritora, não pensa ilustrado, usa vinhetas como representação. Na fotografia, eu acabara de fazer um pedido especial: autografar mais uma vez minha relíquia – Uma Idéia toda Azul , 2ª edição, 1981.

Rogério Andrade Barbosa, benza-te Deus, lançando A Viagem de Shaozu, Ed. Melhoramentos; Meu Primeiro Amor, Ed.DCL; O Segredo das Tranças e outras histórias africanas, Ed, Scipione; ABC do continente africano, Edições SM; Os três presentes mágicos, Ed. Record.


Anna Cláudia Ramos, linda de olhos pintados, esbanjava sorrisos com seus lançamentos: As Marias e Quando tudo acontece de repente, ED. Larousse; Quem é quem é?, Ed. Salesiana; Ekoaboka(Org.), Ed. DCL. Segredei minha admiração pelo Ricardo Azevedo e Rogério Andrade Barbosa. Sou fascinada por contos da tradição oral.

Elma, ilustradora de As Marias, logo se apresentou, uma graça com seu sotaque nordestino que ouço, todos os dias, em casa na voz da minha mãe.

Rui de Oliveira me emocionou ao falar de suas origens e sobre o dom recebido de Deus. Lançava Pelos jardins Boboli – reflexões sobre a arte de ilustrar para crianças e jovens, Ed. Nova Fronteira, indicado brasileiro ao Prêmio Hans Christian Andersen deste ano.

Eva Furnari, durante o Seminário, humildemente, contou-nos da sua dificuldade para escrever, embora tivesse imaginação para desenhar. Mostrou a evolução da sua ilustração e materiais usados. Quer sempre um desenho narrativo com imagens que venham da alma. Autografou Felpo Silva, Ed. Moderna.


Jô Oliveira, ilustrador de A Ambição de Macbeth e a maldade feminina, de Arievaldo Viana, Ed. Cortez, ficou sabendo do meu trabalho e admiração pela literatura de cordel.

A delicadeza e simplicidade de Lúcia Hiratsuka, vitoriosa com o Prêmio FNLIJ Figueiredo Pimentel - O Melhor Livro Reconto, “Hors Concours”, não é para menos, pelo belo, belo, belo Histórias tecidas em seda, ilustrações da autora, Ed. Cortez, precisavam vê-la contando as histórias do livro para as crianças naquele barulho terrível, e também lançava Festa no céu, Ed. DCL, e Os Livros de Sayuri, Edições SM.


Joel Rufino dos Santos, com o seu polêmico título Quem ama literatura, não estuda literatura, Ed. Rocco, recebia uma turma de normalistas acompanhada da professora. Lembrei-me do meu tempo no Instituto de Educação quando minha pergunta sobre o livro Corpo Vivo foi escolhida pela professora de literatura para ser feita a Adonias Filho. O mais curioso foi a resposta: “Não havia pensado nisso!”

Mauricio Negro, muito atencioso no lançamento de A Palavra do Grande Chefe, uma adaptação livre, poética e ilustrada por ele e escrita em parceria com Daniel Munduruku, Ed. Global.

Tino Freitas e Ana Paula Bernardes, responsáveis pelo projeto Roedores de Livros, em Ceilândia, DF, citado pela Edição Especial Leitura da Revista Nova Escola. Foram meus “cicerones” na apresentação aos escritores e ilustradores.

Assisti a poucos lançamentos porque participei do 10º Seminário FNLIJ de Literatura Infantil e Juvenil, "parecia uma barata tonta, pra lá e pra cá", mas valeu a correria e o cansaço. Perdi mesmo foi a Cerimônia de Entrega dos Prêmios e Concursos da FNLIJ, seguida do Recital Operístico “Giacomo Puccini e Seus Contemporâneos” no Instituto Italiano de Cultura. A cobertura dos eventos do Salão está no blog dos Roedores e no site da FNLIJ.

Lembretes: as capas de alguns livros e as fotografias estão nas postagens anteriores; alguns autógrafos são para os leitores da sala de leitura da escola onde trabalho.

Um comentário:

ELIANA RIBEIRO disse...

Fátima.
Definitivamente você é POP !
Quantos maravilhosos livros A-U-T-O-G-R-A-F-A-D-O-S !
...E ainda vai à FLIP !!!

beijokk carinhosas e repletas de admiração pelo seu trabalho.

Eliana

Related Posts with Thumbnails