Páginas

segunda-feira, 5 de março de 2012

A relação entre música e poesia: Heitor Villa-Lobos, Ferreira Gullar e desdobramentos


Hoje comemoramos o 125º aniversário de nosso maior maestro e compositor: Heitor Villa-Lobos. Ele foi o principal responsável pela descoberta de uma linguagem peculiarmente brasileira em música, compondo obras que enaltecem o espírito nacionalista, ao qual incorpora elementos das canções folclóricas, populares e indígenas.
Uma de suas composições mais conhecidas é O Trenzinho do Caipira, parte integrante da peça Bachianas Brasileiras nº 2. A obra se caracteriza por imitar o movimento de uma locomotiva com os instrumentos da orquestra.
Anos depois, a melodia recebeu letra composta por Ferreira Gullar em Poema Sujo:

Lá vai o trem com o menino
Lá vai a vida a rodar
Lá vai ciranda e destino
Cidade noite a girar
Lá vai o trem sem destino
Pro dia novo encontrar
Correndo vai pela terra, vai pela serra, vai pelo mar
Cantando pela serra do luar
Correndo entre as estrelas a voar
No ar, no ar,no ar.

Edu Lobo adaptou  a composição de Villa-Lobos e o poema de Gullar. Maria Bethania em seu show  "A força que nunca seca” faz uma interpretação magistral ao alternar o poema de Gullar e trechos do poema “ Trem de Alagoas” de Ascenso Ferreira.

- Vou danado pra Catende,
                               vou danado pra Catende,
                 vou danado pra Catende
                               com vontade de chegar...

Mergulham mocambos,
nos mangues molhados,
moleques, mulatos,
vêm vê-lo passar.

                 Adeus !
                               - Adeus !
Mangueiras, coqueiros,
cajueiros em flor,
cajueiros com frutos
já bons de chupar...

                               - Adeus morena do cabelo cacheado !
 - Vou danado pra Catende,
                vou danado pra Catende
                               vou danado pra Catende
                               com vontade de chegar...

Cana caiana,
cana roxa,
cana fita,
cada qual a mais bonita,
todas boas de chupar...

 - Vou danado pra Catende,
                                vou danado pra Catende
                                vou danado pra Catende
                                com vontade de chegar...




Essa relação entre música e poesia é um dado marcante da cultura brasileira, pois torna possível aproximar o erudito do popular.

Para saber mais:




2 comentários:

Morgana Gazel disse...

Belo trabalho, você faz aqui, Fátima Campilho. Parabéns.

Geraldo Canuto disse...

Maravilhoso o nome desse blog. Vamos contar histórias... Vamos. Não se pode parar de ouvir as maravilhas reais/imaginárias, "criadas" por mentes privilegiadas.

Geraldo Canuto
Diamantina/MG

Conheça também o BLOG da Escola Estadual Professor Gabriel Mandacaru, da cidade de DIAMANTINA/MG.

www.mandacaru-diamantina.blogspot.com

Related Posts with Thumbnails